22 ago

Google Chrome Passará a Cobrar para Distribuir Add-ons

Fabio Mazzarino - 22/ago/2010

Doses Diárias, Internet, Programação, Segurança, Software Livre -

Imagine-se no lugar de um programador. Você desenvolve um add-on para o Google Chrome e como muitos dos programadores de add-ons decide que não vale a pena tentar comercializá-lo e decide distribui-lo gratuitamente. Essa é uma atitude muito comum, este blog mesmo utiliza plugins do WordPress distribuidos gratuitamente.

Pois a partir de agora para distribuir seus add-ons para o Google Chrome deverá desembolsar US$ 5 (v. notícia no IDGNow!). Ou seja, além de oferecer seu tempo e habilidade gratuitamente para milhões de usuários sem custo algum, os desenvolvedores terão que desembolsar dinheiro para poder disponibilizá-los gratuitamente.

Uma pequena contrapartida é a criação da Chrome Web Store, um site aonde desenvolvedores poderão também vender os add-ons desenvolvidos. Eles poderão ser vendidos por preços que começam com US$ 1,99, 30% dos quais ficam com a Google. Portanto os que desejam vender seus add-ons terão a oportunidade de recuperar seu investimento com poucas vendas executadas.


Há cerca de 10 anos havia um software livre que fez muito sucesso, PHP Nuke. Era razoavelmente bom, flexível, porém para receber qualquer tipo de contribuição exigia um pagamento mínimo de US$ 10. Ou seja, se um programador desejava oferecer gratuitamente suas habilidades deveria ser não somente gratuitamente, como também pagar para poder contribuir com trabalho voluntário. Em consequência o software não recebia contribuições significativas, foi ficando velho e se viu dexiado para trás por outros softwares muito mais inovadores. Hoje praticamente não tem a visibilidade que tinha antigamente.

Com esta atitude a Google está arriscando pesado e correndo o risco de perder popularidade. A Google afirma que a principal motivação é evitar a disseminação de add-ons maliciosos, pode até conseguir, mas corre o risco de afastar os pequenos desenvolvedores que lentamente fazem com que a plataforma se desenvolva continuamente inovando.

Enquanto o Google Chrome preocupa-se em limitar o desenvolvimento de inovações seus concorrentes como Microsoft Internet Explorer e o Mozilla Firefox estão continuamente melhorando com a ajuda de seus próprios usuários.

Tags: , , , ,

Comentários

2 Comentários to “Google Chrome Passará a Cobrar para Distribuir Add-ons”
gardenal:
agosto 23rd, 2010 às 9:53 am

só faria sentido se houvesse casos de disseminação de add on malicioso


Yuri Ivatchkovitch:
agosto 23rd, 2010 às 10:02 am

Vi uma resenha sobre o assunto ontem no /.

Fiquei bastante decepcionado com a atitude do Google, ainda mais sobre a justificativa dos add-ons maliciosos.

Agora acho que a tendência vai ser a distribuição através de canais alternativos e não oficiais, já que os plugins são basicamente HTMLs e JavaScripts empacotados dentro de um .zip – e por isso acredito também que a distribuição de add-ons maliciosos vai ser infinitamente maior através dos meios não oficiais.

Hail to the untrusted add-ons!


Deixe Seu Comentário

Pesquisar


Publicidade

  • Links

    • An error has occurred; the feed is probably down. Try again later.