8 out

Escolas de Informática x OLPC/XO: Como Sapos Ensopados

Fabio Mazzarino - 08/out/2007

Doses Diárias, Economia, Política -

Crazy Frog

Uma vez me disseram: “Coloque um sapo na água fervente e ele reagirá imediatamente. Coloque-o na água fria e ferva lentamente, ele morrerá cozido sem reação alguma”.

É exatamente isso que está acontece com as escolas de informática.

Nos anos 80 o custo de se obter um computador era proibitivo, poucas as escolas ofereciam cursos de informática, isso era assunto de cursos especializados. Na segunda metade dos anos 90 as escolas particulares passaram a oferecer cursos de informática para seus alunos, restando às Escolas de Informática os alunos das escolas públicas.

Porém, a partir de 2008, o governo federal brasileiro pretende começar a implantar nas escolas públicas o programa One Laptop Per Child (Um Laptop por Criança). O programa prevê que cada aluno da rede pública de ensino tenha seu próprio laptop para uso pessoal desde a primeira série do ensino fundamental.


Assim as Escolas de Informática perdem seu último filão. Uma vez que as crianças que estão entrando na rede pública de ensino em 2008 aprenderão em sala como usar o laptop para estudar, divertir e produzir.

Ainda assim não vejo nenhum tipo de atitude por parte destes empresários no sentido de obter uma outra fonte de renda antes que esta seja drenada. Alguns deles estão partindo para cursos livres na área de escritório, tais como secretariado, auxiliar administrativo, telemarketing, etc. Principalmente nas grandes redes.

Enquanto que alguns empresários se preocupam na diversificação dos curso, a grande maioria continua a investir o máximo possível em cursos de informática.

Resta saber se o mercado irá absorver tamanho volume de escolas e cursos livres empresariais. E principalmente, de qualidade duvidosa, uma vez que os pais dos alunos vão saber do que se trata o curso agora.

Tags: ,

Deixe Seu Comentário

Pesquisar


Publicidade

  • Links

    • An error has occurred; the feed is probably down. Try again later.